O Tapiri

Inspirado pela beleza preservada da propriedade em nome da Família Vieira, O Tapiri surgiu como uma alternativa aos negócios ligados à cultura da terra.

Localizado a poucos minutos do centro de Manaus, O Tapiri, foi construído em modelo de choupana, com toras de madeira cobertas de palha. Seu estilo é de uma típica moradia dos caboclos residentes às margens dos rios do Amazonas.

O Tapiri

O nome TAPIRI, tem sua origem na língua Tupi, (*tapi’ri, choupana) e retrata a essência do projeto, que iniciou oferecendo aos familiares e amigos um Café da Manhã, composto de guloseimas, sucos e frutas regionais.

Atualmente, a estrutura foi remodelada para melhor atender ao público em geral. O Tapiri agora coberto com telhas de barro, mantendo a rusticidade e, com isso, preservado a ideia inicial, de um café com características regionais.

Figurando como uma opção acessível e diferenciada, o TAPIRI é o ambiente ideal para um desjejum mais demorado. Provando sua capacidade de melhor atender, o TAPIRI chega receber em média 400 pessoas aos finais de semana.

No início, a proprietária preparava pessoalmente as receitas servidas. Com o crescimento e o sucesso do negócio, se fez necessária à ampliação do quadro de funcionários, que hoje é composto de cinco colaboradores, que trabalham durante toda a semana, para preparar os 50 (cinquenta) itens, que serão servidos nos finais de semana.

Entre os carros chefes do cardápio, estão os “Xis Caboquinho” (sanduíche de pão francês recheado com tucumã e queijo coalho), seguido da tapioquinha simples (com manteiga) com tucumã, com queijo coalho e bolo de macaxeira.
Os itens podem ser degustados, com um dos cinco tipos de sucos regionais, como: maracujá, cupuaçu, acerola, goiaba e graviola.

Pamonha, mungunzá, farofa de charque, ovos mexidos, salsicha ao molho e diversos tipos de pães também estão inclusos na cartela de opções.

O Tapiri é certificado pelo Programa de Alimento Seguro (PAS), que é a forma correta de manusear e armazenar a produção. Sendo filiado à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), além disso, o Tapiri recebeu o titulo de Melhor Café Regional pela revista Veja.